Wednesday, August 08, 2012

Assemblage 23 - Bruise (2CD Limited Edition) (2012)

O regresso de Tom Shear e o seu mais que muito projecto Assemblage 23, um trabalho fresco e cheio de uma energia rotativa entre o melhor no vocais de Tom e uma linha mestra nas teclas onde a mestria fica desempenhada de uma forma natural, empenhada e com as consequências naturais a darem uma linha melódica forte, assim como o pulsar de um ritmo deveras atractivo.
Elementos mais que suficientes,fazem deste trabalho uma prova de que a imaginação aliada a algum trabalho resultam num produto deveras atractivo, suculento e uma paixão a correr o ano de 2012.
4.5/5.




Sunday, June 24, 2012

And One - S.T.O.P. (2CD Limited Edition) (2012)

Um regresso muito interessante do projecto germânico , este trabalho recupera um pouco o equilíbrio perdido no trabalho anterior e que me causou um pouco de mau pressagio para trabalhos futuros, mas não,este retorno promete E fez de certa forma as pazes com os fãs mais exigentes, energia com muita substancia e um empenho subtil que levou a banda a finalizar um trabalho ao melhor nível a que nos tinham habituado. Fulgurante, romântico, com muita capacidade de argumentação este trabalho renasce um projecto e leva-nos um disquinho a eleitos do ano, Synth ao melhor nível e um encanto as soluções apresentadas.4.5/5.


Friday, June 08, 2012

The Peoples Republic Of Europe - Machine District (2012)

Projecto já com mais de uma década de existência , traz-nos o Noise frenético e puro, numa forma deveras prodigiosa e fascinante, os ritmos sempre em aceleração tornam o trabalho num complexo em perfeita laboração , tal a dinâmica imprimida no registo. Um total experimentalismo aliado a uma distorção musical completam o trabalho naquela relação man/Machinery a tender para a maquina como o futuro próximo da rota musical, industrial Noise de fina gema, duro, lascivo e incendiário , o movimento urge. Quase como numa cena de futuro, talvez não muito próximo ,as hordes frenéticas e mutantes desfilam ao som deste colectivo.4.25/5.





Tuesday, June 05, 2012

Sonar - Cut Us Up (2012)

O regresso de Dirk Ivens um dos senhores que mais admiro no panorama musical , dá-nos neste trabalho de originais toda a mestria e sabedoria do universo noise, do qual ele é  um dos mentores e percussores com mais atributos qualitativos, não só quando joga com a voz nos projectos (Dive ou KliniK), ou quando materializa apenas a parte máquina de maneira hibrída e consistente ao mesmo tempo.
Quase como o trabalhar de uma usina ou transformação de vapor numa locomotiva os ritmos alucinantes, industriais, brutais, o conjunto de inteligência e arrombo trnasformam este trabalho ritmado e criativo a um ponto muito elevado.
O Noise é o ponto de partida e o final anunciado ao mesmo tempo, no meio muita criatividade, luxuria, loucura, ritmos refinados, logicamente com os disturbios mentais que poderão ocorrer nas mentes mais fracas ou simples.4.5/5.



Thursday, May 31, 2012

Essence Of Mind - Indifference (2012)

Os noruegueses Essence of Mind confirmam neste terceiro trabalho uma evolução natural, dentro de um electro alternativo com sintonias pop bem pinceladas não só na harmonia das faixas com uma guitarras ou análogos bem persistentes e entusiastas. Os momentos altos jogam-se nas faixas algo melancólicas mas com muita força emocional e nos coros harmoniosos e plenos de energia, uma electro pop, diria reduzida a um efeito muito próprio e com um final agradável .4/5.



Tuesday, May 29, 2012

Monday, May 28, 2012

Detroit Diesel - Coup D’État (2012)-PAKT - Berlin (2012)-Portion Control - Pure Form (2012)

Detroit Diesel - Coup D’État (2012)-PAKT - Berlin (2012)-Portion Control - Pure Form (2012) Mais uma dose de três trabalhos na zona electro e EBM com a comunhão entre si de jogarem alguns trunfos validos nestas áreas . Detroid Diesel, o projecto mais duro deste trio, onde os vocais mais aguerridos dão forca a maquina e transmitem assim um conjunto de emoções duras e cheias de vigor e energia,as pistas de dança mais quentes agradecem este contributo, quanto a originalidade, esta filtra-se e resume-se a pouco o que neste género se vai tornando uma tarefa árdua.3.5/5. Pakt, aqui a EBM junta laivos de Synth e os sons saem mais fluidos e límpidos , uma certa mestria e prazer  no que fazem ,que resulta numa dose elevada de bons sons elevando os sentidos de maneira tranquila, inocente e original.3.75/5. Portion Control, estes senhores nasceram nos anos 80 e diz-se que bandas na altura como Front 242 ou Nitzer Ebb, negociavam influencias e ideias. Este conjunto de temas demonstra todo um caminho e fluir de sentidos do projecto ao longo destes anos e resulta, claro num lote de temas, musculados com muito saber,  caminhos que foram percorridos e depois seguidos por muitas bandas a rondar a EBM , como logicamente será, terá que se ir buscar influencia a algo e não custa aceitar determinadas ideias ou aproximações , quanto etas são validas e consistentes como é o caso. A longa jornada com Portion Control, termina neste cd com temas bastante intensos e cheios e onde as melodias conseguem emergir e deliciarem os nossos apurados ouvidos para este brilhante projecto.4.25/5.






Saturday, May 26, 2012

Marilyn Manson - Born Villain (2012)

Ora mais uma boa surpresa e atenção, não sou um fã de Marilyn, mas reconheço que este trabalho me agradou e bastante, longe dos devaneios metaleiros, cruzando um crossover com um Industrial disfarçado esta é uma boa alternativa na carreira de MM, um disco bem conseguido com vocais perfeitos, guitarras num segmento não exagerado, sem riffs desnecessários e um trabalho em excelente progressão, um ano bom para MM , ainda não vi reviews deste trabalho, mas vou investigar...
Marilyn Manson observa-se neste trabalho com uma solidez e liquidez no manuseamento da sua obra conseguindo um resultado muito equilibrado e interessante, participação de Jonhy Dep num dos temas a consolidar a grande amizade entre os dois.Gostei.4/5.



Monday, May 21, 2012

The Wake - A Light Far Out (2012)

Certamente este trabalho vai passar despercebido em 2012 e é pena, os The Wake, conseguem produzir em 2012 um disco supremos de simplicidade e beleza, leve, sóbrio quanto baste para nos avivar as boas memórias que nos deixaram nos anos 80, onde a par dos New Order (por a eles serem comparados), nos deram grandes pérolas da musica.
Neste "A Ligth Far Out" nota-se que o esforço está lá, a rotação, logicamente é um pouco menor, mas toda a perfeição musical e espiríto de nos conseguir ressurgir e olhar para os velhos tempos onde as bandas primavam por uma qualidade muito acima da média dos nossos dias. 
O disco leva-nos, empurra.nos para um universo doce, suave, feito com mestria e acima de tudo com uma simplicidade de meter inveja, ou seja com saber.4.5/5. 




Friday, May 18, 2012

Ian Curtis - A Memória sempre Presente.

Deixando de fora as palavras que podiam ser imensas, a memória, essa nos levará desta vida.


Sunday, May 13, 2012

Grendel - Timewave Zero (2012)

Mais um bom registo na zona electro, os holandeses Grendel, evidenciam aqui a sua matriz preoponderante para a agitação corporal, mentalizando assim as suas ideias e produzindo um registo fácil de ouvir mas com muitos rasgos de originalidade de som próprio.
O cd rodopia num puro frenesim se assim se pode chamar com os vocais agressivos que se impôe neste género e conseguindo uma linhas melódicas bastante interessantes, certamente um assalto às pistas como é natural e já a pedir os shows electrizantes para este Verão, sentidos à flor da pele.4.25/5.





Saturday, May 12, 2012

Kraschau - Offenbarung (2012)

Temos que falar e valorizar uma vertente épica, histórica e um regresso às velhas conquistas ou não, mas pelo menos aos intentos de grandes e longas jornadas a que este projecto e mais propriamente a sua musica inspira. Longas viagens recheadas de grande aventura e ensejo de um triunfar é aqui revelado de uma forma magistral neste projecto num ambiente mais martial, militar e um classicismo exuberante, as próprias letras evocam movimentos ou feitos da antiga história, desde Roma, Prussia, Espanha, para exemplos, o som que se leva sore ruínas e feito de uma eximía qualidade evoca todo um poder já desaparecido, mas grande de recordar e eternizar. Um trabalho feito a partir de alguma descoberta de velhos arquivos históricos e sua consulta e quase uma banda sonora histórica feita de epopeia e vontade de algo grande, mesmo que o propósito não tenha sido o mais correcto. Musicalmente falando, perfeito.4.75/5.



Saturday, April 28, 2012

Lords Of Acid - Deep Chills (2012)

A carismática e erotica banda esta de volta aos registos com este "Deep Chills", extrovertidos, criando algumas sensações, carregadas de provocações sexuais e não só,  a entrega do projecto baseia-se por aí, na acidez e suavidade sexual dos seus temas, assim como na atitude.
Musicalmente falando, não desilude, a pista mantém-se aberta por muitas horas e o atrevimento é latente, os ritmos ajudam à libertação do corpo e não só, os vocais são limpídos e doces, assim como atrvidos, o acompanhamento é picante quanto baste, para um registo divertido e suculento.4/5.